23 Aug 2019 Notícias Mudança climática

Em Salvador, países latino-americanos e caribenhos impulsionam mecanismos de transparência de acordo climático

Salvador, Brasil, 23 de agosto de 2019 - Representantes dos países da América Latina e Caribe participaram hoje de sessão sobre mecanismos de transparência no âmbito do acordo climático. O painel foi organizado pela Secretaria da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC, em inglês), pela ONU Meio Ambiente e pela aliança DTU-PNUMA durante a Semana do Clima, em Salvador.

De acordo com o Relatório de Emissões 2018 (Emission GAP Report, em inglês), as Contribuições Nacionalmente Determinadas (NDC) do Acordo de Paris são inadequadas, devido à disparidade entre as emissões projetadas até 2030 e os níveis necessários para cumprir as metas climáticas. Neste contexto, a transparência torna-se a espinha dorsal do Acordo de Paris em razão de seu papel na criação de confiança entre as partes e na avaliação dos avanços para atingir os objetivos do acordo.

Durante a sessão, foi discutido como o Marco Fortalecido de Transparência do Acordo de Paris pode aumentar a ambição dos países com uma análise baseada em evidências das políticas de mudanças climáticas implementadas por cada país, com a identificação de soluções disponíveis para a mitigação e a adaptação alinhadas à crescente ambição das NDCs, com o monitoramento dos processos das NDCs e desenvolvimento de indicadores apropriados, com a maior participação dos cidadãos por meio do acesso a informações e dados e com o uso racional dos recursos financeiros.

Os países da região também tiveram a oportunidade de compartilhar suas experiências, realizações e os desafios que enfrentam na implementação interna de sistemas de transparência para o monitoramento e verificação das medidas que integram suas estratégias nacionais de redução de emissões de gases de efeito estufa.

O painel esteve alinhado ao workshop realizado na última terça-feira intitulado "Elaborando oportunidades de aprendizagem entre pares Sul-Sul", no qual os países se concentraram em como enfrentar em nível regional os desafios da implementação do Marco Fortalecido de Transparência do Acordo de Paris por meio do desenvolvimento de uma agenda comum e da elaboração de um roteiro para ações futuras, com ênfase no desenvolvimento de estratégias de longo prazo para a redução das emissões de carbono dos países da América Latina e do Caribe.

 

MAIS INFORMAÇÕES:

Para entrevistas e outras questões de imprensa com a ONU Meio Ambiente: Roberta Zandonai, [email protected]

Para questões de imprensa do evento: Secretariado da ONU para Mudanças Climáticas, [email protected]

Para consultas de mídia durante a Semana do Clima: Mariana Castaño Cano, [email protected]

Para mais informações, visite o site www.regionalclimateweeks.org (disponível em inglês, espanhol, português e francês)

Todas as informações e recursos visuais do evento estão disponíveis no Trello Board.

Fotos da Semana do Clima 2019 estarão disponíveis no Flickr aqui. 

Informações sobre logística estão disponíveis em inglês, espanhol e português aqui.

Inscrições para a Semana do Clima da Ásia e Pacífico que acontece em Bancoque entre 2 e 6 de setembro também estão abertas aqui.

Participe do diálogo nas redes sociais usando a hashtag #LACClimateWeek