08 Jul 2019 Story Ecosystems

Vaticano e ONU Meio Ambiente unem organizações baseadas na fé para “cuidar da casa que abriga a todos nós”

Tree planting at Ongata Rongai Church near Nairobi, Kenya, to mark World Enviro…

O Programa da ONU Meio Ambiente Iniciativa Fé pela Terra, com o slogan "um planeta, várias religiões, um objetivo", procura fazer uso, e cultivar, a enorme benevolência e poder das autoridades religiosas mundiais e dos devotos para fazer a diferença no meio ambiente global.

Julho de 2019 marca o quarto aniversário do Laudato Si', a segunda encíclica do Papa Francisco, especificamente direcionada ao meio ambiente. Nela, o Papa clama a todas as pessoas do mundo para que ajam "de maneira global, unificada e rápida" contra práticas insustentáveis. 

Para comemorar o quarto aniversário do Laudato Si', a Iniciativa Fé pela Terra da ONU Meio Ambiente, em conjunto com parceiros como a  Rede da Juventude Católica pela Sustentabilidade Ambiental na África, WWF e o Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, está organizando uma conferência nos dias 15 e 16 de julho de 2019 no Escritório da ONU em Nairóbi, Quênia.

O encontro terá como temas centrais a emergência climática e a restauração dos ecossistemas, como forma incentivar governos e jovens a pensar em soluções para melhor gestão do meio ambiente global. 

image
O coordenador da Iniciativa Fé pela Terra da ONU Meio Ambiente, Iyad Abyumoghli encontra o Papa Francisco nas margens da primeira Conferência Internacional do Laudato Si’ em Roma, 2018. Foto do fotógrafo oficial do Vaticano (adquirida por Iyad Abumoghli)

Iniciativa interreligiosa pela Floresta Tropical é um exemplo deste comprometimento com ações.

“Estamos vendo uma cooperação real e um propósito compartilhado em todas a religiões do mundo para fazer da proteção das florestas e dos direitos das populações indígenas uma prioridade ética” disse Charles McNeill, Assessor Sênior de Políticas de Florestas e Clima da ONU Meio Ambiente. “A juventude será a fundação de qualquer movimento baseado na fé para parar o desmatamento das florestas tropicais e nós saudamos a conferência como uma oportunidade para aprofundar e expandir comprometimentos de várias crenças e setores”.

Os palestrantes na conferência, liderada pelo Cardinal Peter Turkson, apresentarão uma perspectiva científica sobre o estado atual do planeta para enfatizar a importância do engajamento da juventude. A conferência também abordará as necessidades mais urgentes e as oportunidades na África, dando exemplos de boas práticas em vários continentes e o papel da liderança jovem e da inovação. “A juventude africana sente uma responsabilidade urgente de garantir que as comunidades, países e continentes atuem de forma combativa por um futuro seguro, sustentável e produtivo para eles e as futuras gerações”, disse Allen Ottaro, Diretor Executivo da Rede de Juventude Católica pela Sustentabilidade Ambiental na África.

A conferência será um espaço para reflexões profundas sobre os ensinamentos da religião - católica e outras - para a criação de uma perspectiva Africana, enriquecida por visões globais. 

“Essa conferência é sobre criar esperança e promover uma plataforma para organizações baseadas na fé, de juventude e povos indígenas, para que eles compartilhem suas visões e unam suas vozes,” afirmou Iyad Abumoghli, Coordenador da Iniciativa Fé pela Terra da ONU Meio Ambiente. 

“Ao promover um fórum para líderes de fé discutirem as sinergias entre os ensinamentos da fé e da ciência sobre sustentabilidade ambiental, a Iniciativa Fé pela Terra está unindo líderes de organizações baseadas na fé e representantes de povos indígenas para inspirar ações de legisladores e devotos,” complementou.

 

image
Campanha de limpeza no mercado de Ongata Rongai para o Dia Mundial do Meio Ambiente, 2019. Foto da ONU Meio Ambiente

 

A Cúpula pela Ação Climática da ONU irá acontecer em Nova Iorque no dia 23 de setembro de 2019 para aumentar a ambição e acelerar ações voltadas para a emergência climática global, apoiando a rápida implementação do Acordo de Paris. A Cúpula pela Ação Climática da ONU tem como anfitrião o secretário geral da ONU António Guterres.